A macabra ilha das bonecas mortas

Localizada no lago Xochimilco, ao sul da Cidade do México, A Ilha das Bonecas é sem dúvida um dos lugares mais assustadores do mundo. O que torna essa ilha assustadora, é o número absurdo de bonecas deixada por toda a sua extensão, muitas delas penduradas em árvores, outras empaladas em pedaços de madeira e galhos, ou presas as casas como se estivessem enforcadas.

Segundo os moradores locais, no ano de 1951, três crianças brincavam próximo a um dos canais do lago, e durante a brincadeira, a boneca de uma menina caiu no canal, ela tentou pegar a boneca de volta, mas acabou caindo no lago e morreu afogada. Desde então, os moradores da ilha dizem ouvir o choro da menina pedindo por sua boneca. Segundo alguns relatos, à noite, o fantasma da garotinha vagava pela ilha atrás de sua boneca.

Um homem chamado Julián Santana Barrera, que morava próximo ao canal em que a menina morreu, e que considerava ser perseguido pelo fantasma da mesma, achou ter descoberto uma forma de afastar a assombração. O homem começou a espalhar as bonecas por toda a ilha. Outros moradores, que também temiam o espírito da menina, seguiram o exemplo de Julián, e também espalhavam bonecas pela ilha. Em 2001, aos 50 anos de idade Julián Santana Barrera morreu afogado.

Hoje em dia a ilha é muito visitada por pessoas curiosas em conhecer a vasta coleção de bonecas, que nessas alturas parecem ser inúmeros cadáveres espalhado pelo local. Devido a ação do tempo, as bonecas parecem corpos em decomposição, e que ás vezes reservam surpresas no seu interior, tais como aranhas, ratos e cobras. Por isso de deu o nome a essa ilha de "A Ilha das Bonecas Mortas". Dizem que as bonecas acalmam o espírito da menina.







Via Face do Medo

Nome do Autor

Rafael Rodrigues

Filósofo, redator publicitário, promotor da ciência, roteirista de quadrinhos, professor de informática e pseudoblogueiro. Um homem que gosta de coisas simples, como Quadrinhos, Cinema e Ciência. Sabe, coisas normais.

Leia Mais sobre Rafael Rodrigues...
Related Posts with Thumbnails
blog comments powered by Disqus