Onde você quer estar quando o fim do mundo chegar?


Bem, a menos que você tenha sido sequestrado há uns 10 anos e isolado do mundo ou sido mandado para um planeta sem televisão ou conexão com a Internet, deve estar sabendo sobre o “fim do mundo” que deve acometer o planeta (ou só a humanidade, ainda não sabemos) e que é o dia mais esperado desde... bem, desde 12/12/12.

Enfim, Moura e eu resolvemos perguntar para todos os Uarévianos onde eles gostariam de estar quando o mundo acabar e (por sugestão do Modesti), o que gostariam de estar ouvindo. Depressivos, poéticos, honestos, dramáticos, surreais ou delirantes, eis as respostas de cada um de nós:


Alex Matos
Veja bem. Um lugar é algo abstrato, tipo subjetivo manja? Igual ao ornitorrinco, o bicho é mó escrotão e ainda assim pega mulher! Ornitorrinco é o cara! Diferente das estrelas do mar que não comem ninguém e para ter filhos precisam se cortar. Emo então seria uma estrela do mar infértil, o que me lembra que o mundo está cada vez mais fresco apesar do aquecimento global. Todos estão tendo crises existenciais, de vez em quando eu vejo essas fotos de gatinhos que pensam que são cães e cães que pensam que são Ornitorrincos. Seja o que vocês são e não o que os outros querem, principalmente se o que as outras pessoas querem é que você se foda!E a trilha, ora, é claro que seria



Camila
(em dialeto próprio do sertanejo nordestino) - Se o mundo se acabasse mermo, queria era tá diante do pé da igrejinha de São Boa Ventura, lá na minha terra. Sentadinha na praça... Se acabá despois do armoço é mió, assim eu não deixo de cumê o último baião de dois com queijo e toicim torrado. Como ia sê a hora da sobremesa, ia cumendo um taquinho de rapadura, debaixo do sol quente que a minha Paraíba tem. Ah, e se pudesse mermo escolhê o que ouví: ia ouvindo



Duende
Só consigo pensar em estar com a minha família (Pin e o filhão) no carro, pegando uma estrada sem fim e ouvindo um tema apropriado



Freud
Como o bom cara casado, fiel e pai de família que sou, reuniria a patroa, meu filho e meus familiares próximos para uma bela refeição no Milliways, o restaurante no fim do universo, e assistiria tranquilamente ao espetáculo ao som de "É só o fim" do Camisa de Vênus. E depois, aproveitaria pra voltar no tempo e curtir uma praia em Arraial do Cabo.



Marcelo Soares
Sinceramente, não crio tantas expectativas assim, sendo algum lugar que não fosse em frente ao meu pc ou TV. Sei lá, uma praia, tomando um cerva e falando mal do Corinthians (risos), como não tenho namorada, o máximo que poderia desejar era encontrar alguma gostosa que quisesse morrer transando e me pegasse como parceiro (tipico sonho nerd adolescente kkkk).



Modesti
O fim do mundo ideal, pra mim, há algum tempo, seria em uma zona fechada só pra mim e meus amigos, com open bar e open primas até o fim chegar. Mas como hoje sou um homem apaixonado, queria estar com a minha namorada, num love tão gostoso q a gente nem ia notar que um asteróide bateu na Terra. E quanto à trilha, a minha seria



Moura
Bom, eu queria estar num puta luau na praia, open bar, com todos os meus amigos. Uma festa daquelas em que eu nem ia notar o mundo acabando, porque já estaria marcando o after do apocalipse. E minha trilha é essa, certo




Rafael Rodrigues
Bem, eu esperaria poder saber com alguns dias de antecedência. Aí eu zarpava para Rapa Nui (A Ilha de Páscoa, para morrer lá (se bem que, considerando que a Ilha de Páscoa é o lugar mais remoto do mundo, é possível que eu sobrevivesse, embora não fosse essa minha intenção). O ideal seria eu saber com pelo menos um ano de antecedência, para ir para lá e conviver com os nativos por um tempo e aprender a língua e as histórias deles. Por que a Ilha de Páscoa? Primeiro porque é um lugar que eu nunca fui. Segundo porque é um lugar virtualmente remoto e pouco tocado pelo homem, o que é quase que uma viagem no tempo. Terceiro porque eu gostaria de viver uma vida simples ao lado de pessoas simples antes de morrer, sem tecnologia, sem poluição, sem carros (parece um jeito bom de morrer). Ou seja, se eu soubesse que o mundo ia acabar, ia querer retornar para a simplicidade e para a natureza e terminar minha vida do jeito que a vida começou. Quanto à trilha sonora, para mim não poderia ser outra se não uma das músicas mais bonitas que já ouvi



Rome
Eu sempre tive dois sonhos: Um era de ter uma ilha. Desde pequeno eu quis ter uma ilha para ser rei ou melhor um principado. Territorio independente. Um principado baseado em diversão: teria ministros da diversão e zoeira, secretaria da bebida e claro o ministério da dança. Seria um local onde 24h tocaria mambo, bachata, salsa e merengue. Queria ter um castelo no meio da ilha. E todos que me visitassem lá seriam condes, baronesas e tal. Uma ilha só para mim e meus amigos seria a primeira parte do sonho. O outro sonho é mais recente: Queria ter um bar, que tivesse um palco pequeno para apresentar uma banda (no caso a minha). Eu seria o vocalista e gaiteiro da banda. E junto do complexo do bar, eu teria uma cervejaria, onde faria as melhores cervejas artesanais deste lado da galaxia. Então se fosse pra decidir onde passar o meu ultimo dia, seria numa ilha, ao som de uma banda foda de salsa, com os amigos bebendo e se divertindo, bebendo uma boa cerveja artesanal! E, com relação à trilha



Vini
Eu gostaria de passar meus últimos momentos descarregando munição e machetada na cabeça dos zumbis. Mas tem um outro lugar que eu queria estar e que seria tão desesperador quanto... Numa estação espacial, lá de cima, perto da lua, vendo tudo exprudir!!! A trilha seria



Zenon
Eu quero passar o fim do mundo gritando: "É CAMPEÃÃÃÃÃÃO, PORRAAAAAAA!!!!!!! CHUUUUUUPA, HUMANIDADE!!!!!!!!"




Esperamos que vocês tenham gostado do post. Se não, pensem que podia ser pior. Poderíamos ter postado o fim do mundo narrado pelo Galvão Bueno:


Um ótimo fim do mundo para todos os nossos leitores! E coloquem seus lugares preferidos e trilhas de fim de mundo nos comentários!

Nome do Autor

Rafael Rodrigues

Filósofo, redator publicitário, promotor da ciência, roteirista de quadrinhos, professor de informática e pseudoblogueiro. Um homem que gosta de coisas simples, como Quadrinhos, Cinema e Ciência. Sabe, coisas normais.

Leia Mais sobre Rafael Rodrigues...
Related Posts with Thumbnails
blog comments powered by Disqus