Contos da Cripta – No cinema

“Humanos... Vocês não valem a pele no qual estão impressos”
Os Demônios da Noite





Tema Macabro




Bem antes da série de TV, mais precisamente em 1972, a produtora britânica Amicus trouxe uma adaptação cinematográfica baseada na série de quadrinhos da EC Comics. Na história, 5 estranhos que estão em um tour por catacumbas antigas acaba se separando do grupo e indo parar em um cômodo onde reside o apavorante Guardião da Cripta, que detalha como cada um deles vai morrer. Apesar de ser uma única história, o filme contém outros 5 contos baseados (direta ou indiretamente) nas revistas clássicas da EC.



Com o sucesso da série de TV e seu subsequente encerramento, seguiu-se a tentative de levar os Contos da Cripta para os cinemas americanos em algumas tentativas. A primeira delas, em 1995, foi o relativamente bem-sucedido (já que superou seus custos de produção) Demon Knight (Os Demônios da Noite no Brasil – reparem que traduziram “Knight” – cavaleiro – como Night – “Noite”).

Na história, um ser demoníaco persegue Brayker, um homem misterioso que tem nas mãos um antigo amuleto capaz de impedir que forças maléficas destruam a humanidade. Em sua fuga desesperada, Brayker se esconde em um hotel vagabundo de beira de estrada. O ser maligno chega até lá e, para enfrentar Brayker e os hóspedes do lugar, conjura um horripilante bando de mortos-vivos sedentos de sangue.


Após o sucesso de Os Demônios da Noite, uma nova produção cinematográfica derivada da série foi lançada em 1996: Bordello of Blood (Bordel de Sangue, no Brasil). Diferente da película anterior, Bordel de Sangue leva a narrativa para o lado da comédia (mesmo não esquecendo o terror, que é a base dos Contos da Cripta).

Em Bordel de Sangue, vemos a assessora de um reverendo que luta pela moralidade contratando um detetive para encontrar seu irmão desaparecido. As investigações o levam a um bordel repleto de vampiras lindas, sedutoras e sedentas de sangue.



Além de Os Demônios da Noite e Bordel de Sangue, também foi lançado, em 2002, Ritual, que conta a história da Dra. Alice Dogson, que tem sua licença revogada e é demitida após a morte de um paciente. Depois de temer palavras de um paciente sobre cultos vodus, viaja para a Jamaica, onde percebe que ela e seu paciente Wesley Clayrbone são alvo de um culto vodu. O filme é o menos conhecido dos 3 e, até agora, o último da cinessérie cinematográfica.

Contos da Cripta é indispensável para qualquer entusiasta do gênero de terror, seja nos quadrinhos, na TV ou no cinema. Um clássico cult que nunca vai ser esquecido.

Curiosidades:
- All Through the House, Blind Alleys, e Wish You Were Here, 3 dos 5 contos dentro de Contos da Cripta – O Filme foram mais tarde adaptados de alguma forma em episódios da série de TV americana;
- Os rascunhos originais da cinessérie de Contos da Cripta contavam com uma trilogia, que se iniciaria com Os Demônios da Noite e seguiriam com Dead Easy (um filme de zumbis) e Body Count, com uma história original. O artefato do primeiro filme apareceria nas duas sequências, o que não aconteceu com todos os filmes que de fato foram lançados;
- Embora não seja uma sequência direta de Os Demônios da Noite, Bordel de Sangue traz uma aparição do artefato que é a base do filme anterior;
- Ritual é uma releitura do filme considerado a primeira produção cinematográfica sobre zumbis, I Walked with a Zombie;
- Ritual nunca foi lançado internamente (nos EUA), tendo sido distribuído apenas internacionalmente;
- Ritual tem como protagonista Jennifer Grey, famosa nos anos 80 por filmes como Dirty Dancing – Ritmo Quente e Curtindo a Vida Adoidado;
- Os Espíritos, filme dirigido por Peter Jackson, era para ser um filme dentro da cinessérie de Contos da Cripta, mas foi lançado como algo independente quando Robert Zemeckis leu o script e achou que ele merecia ser “autônomo”.
Na próxima semana:
O maior terror é sempre o terror real. Ou o mais próximo disso. Na próxima semana, Mortos de Fome.

Nome do Autor

Rafael Rodrigues

Filósofo, redator publicitário, promotor da ciência, roteirista de quadrinhos, professor de informática e pseudoblogueiro. Um homem que gosta de coisas simples, como Quadrinhos, Cinema e Ciência. Sabe, coisas normais.

Leia Mais sobre Rafael Rodrigues...
Related Posts with Thumbnails
blog comments powered by Disqus