Teeth

“É verdade! Vagina dentata! Vagina dentata! Vagina dentata!”
Teeth





Tema Macabro




Seguindo a linha do post “Os monstros que você nunca ouviu falar – mas que não fazia questão de conhecer”, trago nesta Semana dos Namorados do Uarévaa uma dica que, além de não ser muito romântica, pode fazer você pensar duas vezes antes de querer fazer sexo com alguém que não conhece.

Dawn O’Keefe é uma jovem porta-voz de um grupo cristão de abstinência sexual que, durante um discurso sobre o “anel de pureza” que ela e os outros do grupo usam e o seu significado, ela conhece Toby, com quem acaba tendo grande atração. Como os dois tem um (suposto) voto de castidade, eles sabem que não pdoem ir “longe demais”, o que acaba sendo um problema, já que Toby, em dado momento, tenta forçar relação com a moça. Fazendo-abater com a cabeça no chão, ela desmais, no que Toby percebe que pode aproveitar a oportunidade para estuprá-la. Mas mal sabe ele que vai se arrepender profundamente disso.



Este é só o primeiro contato de Dawn com sua estranha condição: a Vagina Dentata, uma estranha anomalia presente nos folclores de diversas culturas e que, aparentemente, é real. Mas, apesar da sinopse assustadora do início (não creio que alguém ache estupro uma coisa engraçada – embora para mim abstinência sexual seja algo tão perturbador quanto), o filme é, claro, uma comédia de horror que, por incrível que pareça, tem uma história original e uma narrativa bem interessante e, por mais estranho que isso ainda possa parecer, é melhor que muitos filmes de terror que se levam a sério. Um filme recomendável para você que passou o Dia dos Namorados solteiro ou solteira. Talvez ficar sozinho não seja assim tão ruim no fim das contas.

Curiosidades:
- Vagina Dentata é, de fato, um tema recorrente no folclore de diversas culturas, e se refere, literalmente, a mulheres que possuem vaginas com dentes, como é descrito no filme. Essas histórias eram contados como um “cautionary tale”, a fim de alertar os homens sobre o sexo com mulheres desconhecidas (para não pegar doenças, etc) e também inibir e desencorajar o estupro;
- O anel de pureza, que é comentado no filme existe mesmo (acredite, para mim foi uma surpresa descobrir isso). É conhecido também como anel de prata, anel de santidade, anel de castidade ou anel da virgindade, é um símbolo da abstinência sexual entre jovens que buscam se resguardar sexualmente até o casamento, e tornou-se comum entre adolescentes, tendo sido usado por jovens famosos, como os integrantes do grupo Jonas Brothers, Miley Cirus e Selena Gomez. Até Britney Spears, em seus primeiros anos de sucesso chegou a usar. Essa ideia surgiu, é claro, nos EUA.


Na próxima madrugada:
Numa época assolada pela peste negra, um grupo é designado para uma área onde forças maiores podem estar em ação. Na próxima semana, conheça a Morte Negra.

Nome do Autor

Rafael Rodrigues

Filósofo, redator publicitário, promotor da ciência, roteirista de quadrinhos, professor de informática e pseudoblogueiro. Um homem que gosta de coisas simples, como Quadrinhos, Cinema e Ciência. Sabe, coisas normais.

Leia Mais sobre Rafael Rodrigues...
Related Posts with Thumbnails
blog comments powered by Disqus