Dead Set

"Há alguma coisa errada.
Big Brother não está nos observando."
Dead Set





Tema Macabro





É noite de paredão na casa do Big Brother, e todos os olhares estão em suas televisões ou até ao vivo, no lado de fora da casa, esperando o eliminado sair. O alvoroço e a confusão tomam conta dos estúdios da emissora, que mais uma vez tem picos enormes de audiência. A única preocupação do estúdio é com uma pequena notícia sobre algum incidente ocorrendo na cidade, mas se tudo correr bem, não será preciso interromper a transmissão e o momento mais esperado do dia.

Se você está estranhando esta sinopse inicial, achando que está lendo o site errado, fique tranqüilo. Tudo vai fazer sentido.

Voltando ao Big Brother. Mas o que parecia apenas um incidente isolado acaba sendo levado até o estúdio quando umas das funcionárias é atacada por um zumbi. Ela consegue chegar ao estúdio, mas apenas para iniciar a infestação no local. Enquanto isso, os habitantes da casa mais famosa do país não fazem idéia de que, lá fora, um apocalipse zumbi acaba de começar.



Esta é a premissa básica de Dead Set, uma minissérie britânica em 5 capítulos que foi ao ar em 2008, em 5 noites consecutivas em uma única semana. Mas ao contrário do que muita gente poderia pensar, a minissérie faz muito mais do que apenas aproveitar o hype do Big Brother para chamar atenção; a história consegue cativar os entusiastas do gênero de terror e das histórias de Zumbi com uma narrativa tensa, atual e, como todas as boas histórias de zumbi, cheias de metáforas e considerações a respeito da nossa sociedade, valores morais, ética e, claro, necessidade de sobrevivência.

O fato da minissérie ser inglesa faz uma enorme diferença. Quem assistiu Shaun of the Dead (Todo Mundo Quase Morto) deve ter percebido que o britânico tem uma tendência a falar nas entrelinhas aquilo que seria ignorado se fosse discorrido abertamente. Através da comédia, o filme brinca com uma série de questões de nossa sociedade modernas, mostrando quem são os “verdadeiros zumbis”. Dead Set, no entanto, não é nada engraçado. Apesar de alguns momentos bastante hilários, a história é muito mais tensa e apavorante que o filme de Edgar Wright e se coloca entre as melhores histórias de zumbi de todos os tempos. Uma história mais do que recomendada.

A minissérie chegou a passar por aqui no canal a cabo Multishow. Se você teve a oportunidade de assistir, você é um sortudo. Se não assistiu, torça para que tenha saído em DVD (ah, a quem eu estou enganando? Você sabe que pode encontrar na importadora virtual mais próxima).

E se você estranhou o tema macabro de hoje, não se preocupe: ele também tem um motivo para estar aí (além de ser um horror de música – tá, é legalzinha, vai)



Curiosidades:
- Davina McCall, a apresentadora do Big Brother britânico interpreta a si mesma na minissérie (e sim, ela vira zumbi! – e isso não é spoiler);
- Apesar da produção tentar reproduzir fielmente a casa do Big Brother, ela foi reconstruída para a minissérie – ou seja, não foram usados os verdadeiros estúdios do Big Brother;
- Dead Set foi ao ar pela emissora E4, mas o Big Brother é da emissora Channel 4. Ainda bem que na Inglaterra não temos as frescuras que se tem aqui no Brasil quando o assunto é concorrência;
- Os produtores preferiram em Dad Set usar os zumbis “modernos” e frenéticos como vistos em Extermínio e o remake de Madrugada dos Mortos, ao invés do clássico Zumbi lento.


Na próxima Madrugada:
Um repórter investigando uma série de assassinatos estranhos. Você já viu isso antes, mas não dessa maneira. Na próxima semana, O Aviador Noturno.

Nome do Autor

Rafael Rodrigues

Filósofo, redator publicitário, promotor da ciência, roteirista de quadrinhos, professor de informática e pseudoblogueiro. Um homem que gosta de coisas simples, como Quadrinhos, Cinema e Ciência. Sabe, coisas normais.

Leia Mais sobre Rafael Rodrigues...
Related Posts with Thumbnails
blog comments powered by Disqus